O Macaco e a Água-viva

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Macaco e a Água-viva

Mensagem por Airy em Sex Mar 12, 2010 2:23 pm


Introdução:Sendo o Japão um país milenar, existem muitas lendas que foram criadas na Antigüidade para explicar a origem dos seres, das coisas e o porquê do formato e cor das mesmas. Esta é uma destas lendas que tenta justificar porque a água-viva é um ser tão diferente.


No tempo do Japão mitológico, havia no fundo do mar um famoso palácio conhecido como Ryugyu, o Palácio do Dragão. O senhor desse maravilhoso local era Shiyozushi no Kami, o deus das Águas e do Mar. Sua bela filha se chamava Toyotama Hime, a princesa Alma Luxuriante.

Um dia a linda princesa ficou muito doente e os melhores remédios do fundo do mar não conseguiam curá-la. O Senhor do Mar ficou muito preocupado pois sua filha estava ficando cada vez mais fraca. Então ele reuniu vários peixes e os encarregou de conseguir um remédio que pudesse devolver a saúde da sua filha.

Os peixes convocaram todos os habitantes do fundo do mar para uma reunião e pediram a sugestão deles.

Todos ficaram pensativos mas ninguém soube responder, pois se um kami (deus) não sabem como salvar sua filha, muito menos eles. Como a reunião não acabava nunca, um enorme polvo de cabeça lisinha, com pressa, disse:

-Quando estive na superfície da terra pela última vez, ouvi alguns seres humanos dizendo que fígado de macaco é um excelente remédio para qualquer mal.

-Sr. Polvo, a sua enorme careca dá de entender que você é uma criatura inteligente. Vamos acreditar no que está dizendo - disse o peixe que coordenava a assembléia.

- Então precisamos encontrar um macaco com urgência, para salvar Toyotama Hime. Disse o camarão.

-Mas onde encontrar essa criatura, perguntou a estrela do mar.

-Ora nas ilhas do Mar de Seto existem muitos macacos. Basta alguém ir lá e capturar um deles. Sugeriu a lula.

-Nós peixes não podemos ir porque não temos pernas para andar no mato.

-Nós ostras e caracóis também não temos pernas.

-Idem - disse o cavalo marinho e sugeriu que fosse o caranguejo que tem seis pernas.

-Nesse caso é melhor ir o polvo que tem oito pernas. Disse o caranguejo.

-Eu só tenho oito pernas, mas a água-viva esta cheia delas. Disse o polvo tirando o corpo fora.

-Apoiado respondeu a lula.

Assim a assembléia dos habitantes do fundo do mar decidiu que seria a dona Água-viva a escolhida para a nobre missão.

A dona Água-viva ficou muito orgulhosa de ser a escolhida, mas como tinha muitas dúvidas a respeito do macaco perguntou:

-Afinal como é um macaco? Eu nunca vi esse bicho.

-Ora é fácil de reconhecê-lo. O macaco do Japão tem cara e bunda vermelha. Está sempre em galhos de árvores comendo castanha ou caqui. Explicou a tartaruga.

Como os peixes perceberam que a dona Água-viva jamais conseguiria pegar um macaco, embora tivesse tantas pernas instruíram-na no sentido de que ela enganasse o símio e o trouxesse ao palácio.

A idéia era pegar o macaco por uma das suas fraquezas: a gula. Ela teria de convidá-lo para um banquete no Palácio do Dragão, dizendo que está cheio de castanhas e caqui.

Assim a desengonçada dona Água-viva partiu para a superfície a procura de uma ilha com macacos. Chegando na praia, avistou uma árvore e se aproximou cuidadosamente. Num dos galhos viu um animal de cara e traseiro vermelho e não teve dúvidas quanto a sua identidade. Assim que ela se aproximou da árvore o macaco muito curioso foi logo perguntando:

-Hei que bicho é você ? Nunca vi nada igual, de onde apareceu?

-Sou a Água-viva, moro no Palácio do Dragão, onde existe o maior pomar frutífero do mundo. Lá está cheio de castanheiras e caquizeiros. Árvores que estão o ano inteiro carregado de frutos. O detalhe importante é que esses frutos têm sabor especial, são muitíssimos deliciosos.

O macaco demonstrou grande interesse no assunto e desceu da árvore.

-Puxa deve ser muito bonito esse lugar.

-Se você quiser conhecer será meu convidado e eu o levarei até lá.

-Assim sendo, eu topo com prazer. Vou nas suas costas porque não sei nadar.

-Suba e vamos embora, disse a água-viva toda feliz, certa de que tinha conseguido enganar o macaco.

Ela foi nadando durante algumas horas e o macaco começou a sentir cansaço e reclamar que estava demorando.

Para entreter o macaco a água -viva falava sem parar e deixou escapar uma pergunta indevida.

-É verdade que você possui um tal de fígado?

-Sim é claro todos os bichos têm fígado.

-Ah! Mas do macaco é muito importante.

-Como assim, por que importante?

-Ah, não leve em conta. Eu disse o que não devia.

O macaco muito esperto ficou desconfiado do repentino corte na conversa e disse:

-Minha amiga, gostaria muito de saber porque fígado de macaco é tão importante.

-Não sei se devo dizer. É um segredo.

-Veja aceitei seu convite de todo coração e acho que você está sendo descortês ao negar uma explicação para seu convidado.

-Está bem, se guardar segredo é falta de educação, vou dizer só para você. Na verdade a Princesa Toyotama está muito doente e o melhor remédio para curar a doença dela é fígado de macaco. Por isso vim para buscá-lo.

O macaco ficou muito assustado, mas com seu jeito cínico de ser, fingiu tranqüilidade e disse:

-Ah! Eu não sabia que meu fígado era um santo remédio para a princesa. Se soubesse eu teria trazido comigo. Se você tivesse dito antes eu não teria deixado o fígado no galho da árvore.

-Mas você não trouxe o fígado?! Ora então não vai adiantar nada ir até o palácio.

-Ora vamos voltar para pegar o meu fígado.

Dona Água-viva já não agüentava o peso do macaco em suas costas, mas deu meia volta e rumou em direção da ilha. Quando chegou o macaco subiu na árvore com pretexto de apanhar o fígado e ficou deitado no galho folgadamente.

-Ei macaco parece que você vai tirar uma soneca. Desça logo daí com o fígado.

-Olha mudei de idéia, não vou mais para o Palácio do Dragão. Vou sair pulando de galho em galho, por todas as ilhas avisando os macacos para não cair na sua conversa. Dizendo isso o macaco fez caretas para a água-viva e saltou de galho em galho até desaparecer.

No palácio todos os habitantes do mar esperavam ansiosamente pela Água-viva. Ficaram decepcionados quando ela chegou sozinha e de mãos vazias.

-O que vamos dizer agora para Deus do Mar que nos encarregou dessa importante missão?! Preocuparam-se todos.

A água viva contou detalhadamente que vinha trazendo o macaco, mas no meio do caminho falou demais e o macaco conseguiu enganá-la.

Os habitantes do mar resolveram dar uma surra na água-viva para ela aprender a não ser tão burra e tão linguaruda. Bateram tanto que quebraram todos os ossos que ela tinha.

Reza a lenda que, desde então, a água-viva ficou com o corpo mole e sem ossos como é atualmente.


avatar
Airy
Moderadora
Moderadora

Feminino
Número de Mensagens : 1269
Idade : 21
Localização : Mundo da Lua

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Kaori

http://dangogakuen.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Macaco e a Água-viva

Mensagem por Drakänoth~ em Sex Mar 12, 2010 3:06 pm

@_@
Coitada, interessante Airy
Não sabia que tu era tão cheia de cultura ^^"

AUEuAUEAH

Gostei
UP
avatar
Drakänoth~
Nivel I
Nivel I

Masculino
Número de Mensagens : 309
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Macaco e a Água-viva

Mensagem por Airy em Sab Mar 13, 2010 3:50 pm

É sim, coitadinha dela, além de boba, ficou toda molenga...
Eles nem mesmo bateram nela, ela foi é moída!
He, não sou cheia de cultura, mas gosto destes contos, principalmente os japoneses.


avatar
Airy
Moderadora
Moderadora

Feminino
Número de Mensagens : 1269
Idade : 21
Localização : Mundo da Lua

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Kaori

http://dangogakuen.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Macaco e a Água-viva

Mensagem por Drakänoth~ em Sab Mar 13, 2010 6:07 pm

[2]
xD
Mas enfim, tu é bem informada
Tá de parabéns
E parabéns pelo dia de hoje ^^
avatar
Drakänoth~
Nivel I
Nivel I

Masculino
Número de Mensagens : 309
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Macaco e a Água-viva

Mensagem por Mustang em Sex Mar 19, 2010 10:47 am

gostei da lenda, serve para explicar um fato que não conseguiam explicar por meio de lógica na época, como o fato da agua viva não ter ossos, lendas servem para isso, é muito bom ver os diferentes contos que tentam explicar a natureza, muito bao a história ^^
avatar
Mustang
Designer
Designer

Masculino
Número de Mensagens : 153
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Macaco e a Água-viva

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum