Etiqueta à mesa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Etiqueta à mesa

Mensagem por Airy em Sab Abr 17, 2010 9:11 am

Você gosta de comida japonesa? Então, já deve ter presenciado alguém tomando missoshiru (sopa de soja) com colher, gesticulando com o hashi na mão, arrastando a molheira com o hashi, ou espetando o hashi no arroz. Esses pequenos deslizes podem passar despercebidos em um almoço ou jantar informal. Mas, de acordo com a etiqueta social japonesa, são gafes imperdoáveis.

É claro que no Brasil, essas regras se tornaram mais flexíveis, uma vez que foram adaptadas aos modos da nossa sociedade. Um exemplo: os japoneses têm o costume de fazer barulho enquanto tomam sopas como misoshiro, lâmen e sômen. Para nós, esse costume parece falta de educação.

Abaixo, separamos algumas dicas para não passar vergonha em uma reunião informal em um restaurante japonês:

Seja bem-vindo
Quando se entra em um restaurante japonês, é um costume alguém recepcioná-lo com um sonoro irashaimase (seja bem-vindo). Basta o cliente responder com um aceno com a cabeça.

A toalhinha
Aquela toalha que o garçom traz logo que os clientes chegam é para limpar as mãos, assim que se sentam à mesa. Depois de limpar as mãos, é só coloca-la sobre a mesa novamente, sem dobra-la. No Japão é hábito limpar a testa, o rosto inteiro. Se você for fazer isso, explique ao seu acompanhante que no Japão é um hábito comum.

Ordem dos pratos
No caso de uma refeição simples, com missoshiru, arroz, misturas e tsukemono, há uma ordem exata para degustar os alimentos? Não. Geralmente os japoneses começam pelo sashimi, mas não há uma ordem exata. Enquanto se espera pelo prato é bom pedir uma entrada leve. Também não há nada de errado em pedir uma entrada quente antes de comer sashimi. Antes e durante a refeição é bom pedir chá verde para “preparar” o paladar para o próximo prato.

Bebendo saquê
O massú é aquele recipiente quadrado usado para o saquê frio e o tyoko é o recipiente para o saquê quente. Eles devem ser segurados com as duas mãos. Se o massú vier acompanhado por um pires, o que geralmente acontece, a pessoa deve pegar apenas o massú e leva-lo à boca. Nunca se inclinar à mesa.

Briga de palitinhos
A maneira correta de pegar o hashi é sempre do meio para cima, nunca na parte inferior, pois dificulta o movimento. Nunca se deve espetar o hashi na vertical, pois isso se refere a morte, missa e rituais religiosos. Chupar a ponta do hashi também é falta de educação. Evite apontar para as pessoas ou gesticular com o hashi na mão. O hashi sempre deve ser apoiado no suporte próprio para isso, de preferência, paralelo ao corpo, pois é mais fácil de pegá-lo depois. O ideal é que fique o mais escondido possível e que não aponte para as outras pessoas. No caso de não haver apoiador, faça um dobrando a própria embalagem do hashi.

Utilização dos molhos
Os molhos só devem ser utilizados com peixe cru. Nos sushis com alga e recheio de legumes não se deve colocar shoyu. No caso do sushi, devemos mergulhar a parte do peixe no shoyu e não o arroz, pois pode desmanchar. Além disso, o arroz já é temperado e o peixe não. Tanto o sushi quanto os espetinhos devem ser segurados com a mão e não com o hashi. O sushi deve ser degustado numa única bocada. Os bons restaurantes fazem os sushis no tamanho certo para isso. Quando há opção de molhos, o anfitrião deve oferecer mas não colocar o molho no prato dos convidados, pois cada um se serve se quiser. O harumaki pode ser cortado com garfo e faca.

No caso do missoshiro, deve se levar o tchawan próximo à boca. Para tomar o caldo, pode continuar segurando o hashi ou descansa-lo. Nunca tome o caldo manipulando o hashi no tchawan.
No caso do lamen e do udon, o barulho acontece por causa do comprimento dos fios do macarrão. Para não cortá-los a pessoa acaba fazendo aquele barulho, mas não é falta de educação não fazer o barulho. O caldo do lamen pode ser tomado com uma colher própria, que já vem junto com o prato. No final, a pessoa pode levar o tchawan do lamen à boca.

Qual a maneira exata de pegar os tchawan?
Sempre com a mão direita e nunca colocar o dedo polegar para dentro do tchawan. No caso das mulheres, o certo é pegá-lo com as duas mãos.

Garfo e faca?
Não é falta de educação. Mas se o anfitrião convidou o cliente para almoçar em um restaurante japonês, é aconselhável que ele saiba manipular o hashi. No caso do convidado se encontrar numa situação como essas, não é falta de educação pedir talheres, pois a nossa cultura é ocidental. Mas é preciso tentar com o garfo e a faca ter a mesma conduta do hashi. Antes de pedir os talheres, é aconselhável pedir aquele hashi que é preso pelas pontas superiores, se assemelhando a uma pinça. A maioria dos restaurantes japoneses tem esses hashis para as pessoas que não sabem manipular os hashis.

Comer peixe
Geralmente esses peixes têm a posta bem solta. É só escava-la com o hashi. Nunca segure um hashi em cada mão, é desnecessário.


avatar
Airy
Moderadora
Moderadora

Feminino
Número de Mensagens : 1269
Idade : 21
Localização : Mundo da Lua

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Kaori

http://dangogakuen.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum