Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Dom Dez 06, 2009 11:36 am

Para quem viu alguma semelhança com algum livro que já leu me desculpe, mas foi mera coincidência... Espero sinceramente que gostem... Beijos a todos e tenham uma boa leitura...

Sinopse: Nada é o que parece ser, você não pode julgar nada, nem ninguém por sua aparência, pois no final você acaba se surpreendendo.

Classificação: +18
Categorias: Originais
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Hentai, Humor Negro, Lemon, Romance, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência



Oi! Me chamo Darian, sou uma garota de 17 anos, meus cabelos são castanho escuro e repicados, na altura de meu ombro, tenho a pele clara, meus olhos são normais, não são nem grandes e nem pequenos e possuem um tom de castanho avermelhado, apenas isso é estranho neles.

Eu morava em uma pequena cidade perto do Alaska, lá era um pouco frio, mas eu adorava aquele clima gelado, eu era uma pessoa diferente de todas as outras que moravam na cidade.

Sempre vivia na minha, longe dos outros, ia de minha casa para a escola e da escola para casa, eu morava com meus outro irmãos, meus pais e meus primos.

Minha irmã mais velha se chamava Dulce, ela era um doce, muito simpatica, sempre preocupada com todos, ela tinha os cabelos compridos e ondulados, que caíam por suas costas como cascatas, seus olhos possuíam o tom de castanho avermelhado, idênticos aos meus e seus cabelos eram castanhos, um pouco mais claros que os meus.

Marie é minha irmã mais nova, ela é loira, pele clara, como a minha e a da Dulce, seus olhos castanho avermelhados como os nossos, todos nós possuiamos esse tom de pele e nos olhos, eramos todos muito parecidos.

Meus pais, Denise e Dylan, eles eram os melhores pais do mundo, todos na cidade diziam que eles eram novos demais para terem trê filhas adolescentes, mas eles não se importavam, eles possuiam a pele clara, seus olhos eram castanho dourado, eram lindos, Denise tinha os cabelos castanho claro, parecia um fada de tão linda que era, meu pai, o Dylan, possuia os cabelos negros, assim como os meus, ele parecia um elfo, sua beleza era estonteante.

Dois de nossos primos moravam conosco, Franco e Francis, eram gêmeos, lindos, todas as garotas na escola viviam dando em cima deles e eles diziam sempre não entender o motivo de tanto acedio. Tá, até parece que eles não gostavam. Apesar de gêmeos eram muito diferentes, Franco possuia os cabelos num tom loiro, quase prateado, lindo mesmo e seus olhos eram amarelados, enquanto Francis possuia os cabelos castanhos e os olhos castanho avermelhados, como o meu e os das minhas irmãs. Eramos muito unidos, nós três, enquanto que Marie e Dulce eram mais unidas entre si, nunca soube o porque.

Eu, Dulce e Marie somos irmãs, Franco e Francis são sobrinhos de nossa mãe, Denise, que a muito, muito, muito tempo havia se casado com o nosso pai, Dylan. Bem, eles não são exatamente nossos pais, pois fomos adotadas por eles, mas nós os amamos mesmo assim.

Dylan e Denise trabalhavam na cidade, eram promotor e assistente social, respectivamente, eles eram os melhores no que faziam, os melhores mesmo, por isso todos os procuravam para resolver os seus problemas.

Em casa, Marie eram que arrumava tudo, ela possuía um ótimo gosto para a decoração e para suas roupas também, ela usava apenas marcas de grife, Dulce era menos fútil, mas ainda sim possuía muitas roupas de estilistas famosos, mesmo sendo mais discreta que Marie, talvez por isso elas se davam tão bem, mas mesmo assim, ela adorava usar um all star e uma calça jeans, tirando assim Marie do sério total. Franco e Francis tamébm usavam roupa de grife, sinceramente não sei qual a graça disso tudo.

Eu era a única que vestia qualquer roupa que pegasse, nunca me arrumava para nada, bem, nem mesmo para sair, minhas irmãs ficavam iradas comigo, enquanto os meninos apenas sorriam muito com tudo isso. Eu não me importava com nada do que diziam elas.

"Qual é Marie, eu não vou querer que me confundam com um pavão, não sou um para me vestir bem, você sabe que prefiro não chamar a atenção de ninguém".

Eu dizia a ela no meu melhor tom de indignação. Mas não conseguia esconder um sorriso, pois ela estava fazendo um biquinho fofo de raiva. Ela parecia uma menina de 11 anos de idade, mas ela era apenas um ano mais nova do que eu, enquanto Dulce era uns três anos mais velha do que ela e dois mais velha do que eu.


Última edição por delphine em Ter Jan 19, 2010 2:42 pm, editado 4 vez(es)
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por medeia em Dom Dez 06, 2009 11:41 am

eba vou ler a versão free de imperfeição, del-chan admiro muito seu trabalho e seu esforço, apesar dessa não ser sua fic mais original...
bjs estarei de olho
avatar
medeia
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 1120
Idade : 27

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Lilith

http://fanfiction.nyah.com.br/medeia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Dom Dez 06, 2009 11:43 am

Marie estava usando um vestido branco, lindo nela, porém não realçava muito seu corpo, não se fosse apenas o vestido, mas ela usava belas jóias e seu salto alto era muito chamativo e a deixava mais alta que eu e Dulce.

Minhas querida irmã mais velha estava de jeans, uma blusa preta com mangas curtas e um tênis all star preto, onde ela havia desenhado varios morcegos roxos, ela nos sorria divertida.

Eu estava com uma calça jeans básica, com o joelho todo rasgado, mesmo estando frio eu não me importava, exatamente como a Marie e as outras pessoas da família, usava um chinélo de dedo e uma blusa bege, minha única peça de estilista famoso, pois foi a Marie que me deu no natal.

Franco e Francis usavam práticamente as mesmas roupas, a única coisa que mudava eram as cores, eles dois usavam calça jeans, e uma camisa de botão, Franco usava uma preta e Francis usava uma branca, que realçava seus cabelos.

Iamos para a escola em nossos carros, Marie e Francis iam no citroen c4 pallas rosa dela, Dulce e Franco iam no carro da Dul, que era uma mercedes cl65 preta e eu ia em minha moto preta, uma kawasaki ninja preta, turbinada, essa era minha moto, eu amava andar nela, pois conseguia sentir o vento no meu rosto e me sentia livre.

Quando chegamos nos colégio, infelizmente, sempre somos observados pelos outros alunos e o pior, tem uns que realmente nos encaram, como sou a mais estourada, e preciso que um dos rapazes me segure, pois senão eu vôo no pescoço de um e mato, mas quando digo que vôo, não quero dizer no sentido figurado.

Minhas irmãs e meus primos já me conhecem e sabem bem meus motivos para querer matar aqueles nojentinhos da escola, eles têm medo de nós, mas são muito arrogantes e invejosos, bem, se fossemos iguais a eles, não teriamos tudo o que temos, mas somos diferentes, muito diferentes, eles e nem vocês, sabem o quanto.

Mas isso não vem ao caso no momento, o que vem ao caso aqui é... Primeiro dia de aula e até os novos alunos nos temem, será que sou tão feia assim para terem tanto medo da gente? Só posso ser a pessoa mais horripilante da face da terra.

A caminho da escola, meus olhos recaem sobre um aluno que nunca havia visto em toda a minha vida, ele era lindo, seus cabelos eram de um negro azulado, que brilhavam à pouca luz que surgia no céu, seus olhos eram de um turquesa lindo e sua pele era clara, quase tão clara quando a minha pele. Eu fico olhando para ele por um tempo, bestificada, pois humano nenhum podia possuir uma beleza daquela.

Minhas irmãs param de andar e olham na direção que eu estava olhando, elas sabiam perfeitamente bem que eu nunca me interessava por ninguém da escola, porque motivos eu estaria me interessando por um agora, ainda sendo um novato? Talvez porque ele era lindo de morrer e eu estava começando a achar que realmente havia morrido, mesmo sabendo que isso seria dificil demais de acontecer? É, talvez essa seja uma resposta muito boa.

Franco percebe que eu estava meio abobalhada com o garoto e então me puxa pelo braço, ele era muito forte, por isso não teve como resistir, meus primos eram muito ciúmentos com relação nós três, mas por alguma razão até então ainda não descoberta, eles não queriam permitir que eu namorasse com ninguém, enquanto minhas irmãs tinham namorado já alguns garotos. Eles sempre me perceguiam e faziam os outros garotos fugirem de mim, mas eu não me importava, amava eles dois, eram meus primos, então eu não me importava muito.

Eles implicavam muito com os ex das minhas irmãs, mas nada muito grave, eles apenas não gostavam do cheiro deles, isso mesmo, meus primos não suportavam o cheiro deles, tanto, que com isso ele descobriu que os tais namorados estavam querendo brincar com elas e nada mais, como isso não aconteceu então eles procuravam outras, minhas irmãs quando ficaram sabendo quase matam os garotos, mas elas não fizeram, pois eram controladas, no meu caso, eu até agradeço que eles fiquem tanto tempo no meu pé, pois assim pelo menos eu não mato ninguém.

Bem, Dulce e eu ficamos sozinhas por muito tempo, mas a Marie, bem, ela é mais saídinha do que eu e Dul, ela já ficou com vários garotos, alguns até da escola mesmo, por isso não sabemos dela... Bem, na aula todo ocorreu bem, menos uma coisa, na maioria das aulas, o novato ficava na mesma sala que eu e isso não era bom, ele, além de lindo, possuia um cheiro doce, enebriante e envolvente, no intervalo eu sentei com meus primos e minhas irmãs. O garoto não estava lá, onde estaria?


Continua...
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Dom Dez 06, 2009 10:19 pm

POV Darian

Como eu dizia antes, o garoto sumiu da escola na hora do intervalo, esperei que talvez fosse vê-lo novamente nas outras aulas, mas ele não apareceu, na saída do colégio foi o único momento que ele surgiu novamente, ele estava encostado em um opel astra preto, não me pergutem, sou viciada em carros e motos.

Mas isso não é tudo, ele simplesmente estava ao lado de uma garota, linda, assim como ele, cabelos negros que caíam até sua cintura, olhos que pareciam duas pedras preciosas, assim como os dele, seus olhos eram de um azul liquido, quase dava para mergulhar neles.

Eu fiquei imprecionada, como ela podia ser tão linda? Como alguém tão lindo podia parar naquela cidadezinha? E como não se importavam com o frio que fazia?

Tudo bem, eu e minha família usavamos roupas um pouco, bem, um pouco não, muito frescas para morarmos numa região onde o sol surgia uma vez perdida quando a chuva pensava se daria trégua ou não, mas não sabiamos que mais alguém poderia ser assim.

Eles eram novos na cidade, isso era visivel, eram tão parecidos que era quase impossivel que não fossem irmãos ou parentes, mas então, para minha surpresa chega mais um garoto, esse era alto, cabelos azuis, compridos e lisos, seus olhos eram azul petroleo, era lindo de morrer, esse garoto abraça a garota e o meu sonho de consumo apenas sorri e fica conversando com eles... Ai como queria estar ali, e que aquele sorriso fosse para mim.

Então meus primos e irmãs me tiram de meu tranze induzido me chamando para irmos para casa.

"Eles são novos na cidade", comenta Marie para mim, "Isso eu percebi Marie, mas queria saber os nomes..." Eu digo com cara de quem diz, 'poxa, tá atrasada irmã'...

"Eles se chamam, Ismaiel e Irinia Moore..." Disse Dulce aparecendo atrás de mim e Marie fazendo com que nos sobressaltassemos.

"E o outro rapaz?"Pergunto no meu melhor tom de descaso.

"É o primo deles, Richard Thompson, veio morar na cidade com os tios, pois perdeu os pais em um acidente aereo..."

Ficamos calados, como ela sabia tudo aquilo? Ela era assustadora às vezes, sério... Então seguimos para os nossos automoveis, eu em minha kawasaki, a Dulce e o Franco no mercedes dela e a Marie e o Francis no c4 pallas dela. Todos foram na frente e eu fiquei um pouco para trás, não sei bem o motivo, mas lembro apenas de ouvir uma voz rouca e muito sexy me chamando e assim que olho para trás vejo aqueles lindo orbes turquesa me envolverem, se não fosse a busina de um palio eu teria ficado ali com cara de boba o resto do dia.

No caminho, eu não conseguia para de pensar em Ismaeil, ele era lindo demais, o ser mais perfeito que já vi na face da terra e passava a maior parte das aulas comigo, na mesma sala e por sorte sentava ao meu lado e por vezes na minha frente, meu ano havia começado de uma maneira inusitada e muito boa.

POV Dulce


Estávamos a caminho de casa, eu e o Franco estavamos ouvindo musica no radio, nas estações não passava muita coisa de futuro, não na minha opinião, ele decide desistir e pega um dos cd's que estava no porta luvas do carro e coloca para escutarmos, era música instrumental, linda a música, não lembro o nome da banda que tocava, sei apenas que eram muito bons.

Ele me sorri, ai que sorriso encantador, se não fosse boa motorista eu teria batido com o carro, mas preferi fingir que não sentia isso e apenas lhe dou um simples sorriso torto.

Chegamos em casa, fomos os primeiros a chegar, como sempre e tinhamos a casa só para nós dois por pelo menos uns 15 minutos, então, assim que entramos na sala, ele me puxa pelo braço e ficamos a poucos centimetros de nos beijarmos, meu coração começa a saltar no meu peito, se eu tivesse problema de asma já teria tido um ataque, então ele passa um de seus dedos pelo meu rosto, ele estava com as mãos geladas, o que me causou um leve arrepio.

Seus olhos castanho avermelhados pareciam duas labaredas flamejantes, ele me fitavam com intensidade, eu sentia minhas pernas sederem, meu corpo parecia mais pesado que o normal e parecia não conseguir me sustentar em pé. Para minha sorte ele me segurava perto de seu corpo, eu podia sentir o seu perfume, The Beat Burberry for Men, eu que dei a ele no natal, possuia uma fragrância amadeirada com características cítricas, vetiver, pimenta e folhas de violeta realçavam seu charme.

Ele estava me deixando tonta com o cheiro, meus olhos fechavam devagar e nossos rostos estavam muito próximos, mas quando iamos nos beijar a droga do telefone toca, cortando o nosso clima, ele me solta e eu quase que caio de joelhos no chão, mas consegui manter meu equilibrio, e ele vai atender o telefone.
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Dom Dez 06, 2009 10:21 pm

POV Franco

Parecia um sonho realizado, tê-la assim em meus braços, eu podia sentir perfeitamente bem o cheiro que vinha de seu corpo esbelto, perfeito, era sândalo, misturado com canela, não tenho certeza, mas acredito que ela estava usando o perfume que eu havia dado a ela no natal, não lembro o nome do perfume, mas sei que o cheiro combinava e combina muito bem com ela.

Nós estavamos a poucos sentimetros de distância, faltava pouco para darmos o nosso primeiro beijo ( não estou dizendo que nunca beijamos, estou apenas dizendo o primeiro beijo que dariamos um no outro).

Ela parecia tão pequena em meus braços, ela chegava em meu ombro, mas mesmo assim, nossos lábios estavam quase colados, quando o telefone toca, eu a solto delicadamente e vou atender o telefone.

Quando atendo, era o Francis dizendo que ele e a Marie haviam parado para encher o tanque do carro dela e chegariam em casa em 2 minutos, pois o posto era muito próximo a nossa casa.

Eu quase quebro o telefone na parede, até parece que eu ligo se o Francis e Marie estão se engalfinhando no meio do nada, eu quero é beijar a Dulce, e aquele idiota liga para nos dar satisfações dos motivos de sairem conosco do colégio e sempre chegarem uns 15 minutos depois, a Darian tudo bem, ela sempre chegava uma hora depois, pois tinha treino de karatê, mas eles, eu não estou nem ai para eles...

Quando volto para a entrada da casa a Dulce não estava mais lá, então corro para a cozinha, pois sabia que ela iria cozinhar hoje e a comida dela era maravilhosa, mas não era comparavel a de minha querida tia Denise. Elas duas tinham mãos de fada na cozinha.

POV Darian

Eu estava voltando para casa, não iria ao treino hoje, pois não estava nem um pouco afim de bater em ninguém, no caminho vejo a Marie e o Francis juntos, aos beijos e abraços dentro do carro e faço questão de buzinar para eles saberem que eu estava ali.

A Marie só faltou ter um colapso nervoso quando viu meu sorriso pelo vidro da porta, o Francis cai na gargalhada quando me vê e eu apenas saio dali o mais rápido que pudia, pois certamente a Marie tentaria me atropelar por eu ter atrapalhado ela com o Francinho.

Como eles estavam perto de casa, eu quase estranhei o fato de Dulce e Franco não terem visto eles, mas deduzi que eles já estivessem em casa e estava certa, pois o carro da Dulce estava na garagem.

"Cheguei!" anuncío ao chegar em casa e quem vem me receber é o Franco usando um avental rosa cheio de flores que a nossa mãe usava, eu começo a rir ao vê-lo assim e ele ri junto comigo, pois sabia que estava ilário, então Dulce vem até a entrada ver porque ele estava demorando e começa a rir conosco, pois ela não havia visto ele com o avental.

"Franco, tira isso..." Fala ela morrendo de rir, quase chorando, então ele volta para a cozinha e tira o avental e quando vai se juntar a nós na entrada chegam Marie e Francis juntos, assim que vejo a Marie eu começo a rir e o Francis começa a rir junto comigo, ela estava com o rosto vermelho de raiva enquanto Dulce e Franco ficaram sem entender nada do que acontecia.
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por Raidam em Sex Jan 01, 2010 8:12 am

Lembra tipo um crepusculo às avessas!
Gostei... Parabéns, realmente interessante.^^


A bola de borracha pode cair, as importantes, são as bolas de cristal.
(Adepto da Lição das Cinco Bolas)
avatar
Raidam
Administrador Raidam
Administrador Raidam

Masculino
Número de Mensagens : 2746
Idade : 25
Localização : A toca.

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Marvoc

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Sex Jan 01, 2010 2:05 pm

^^
Mas não é, me inspirei em crépusculo, não nego, mas é totalmente diferente '-'
Mas tudo bem xD
Darian é uma garota ok....
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por Raidam em Sex Jan 01, 2010 2:58 pm

hahah.. Sim eu reparei q é garota.
Senti a inspiração de crepusculo

Eu disse aos avessos pq pelo que entendi
a história é contada pela(os) vampira(os). XD


A bola de borracha pode cair, as importantes, são as bolas de cristal.
(Adepto da Lição das Cinco Bolas)
avatar
Raidam
Administrador Raidam
Administrador Raidam

Masculino
Número de Mensagens : 2746
Idade : 25
Localização : A toca.

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Marvoc

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Sex Jan 01, 2010 3:07 pm

verdade, mas o garoto tbm não é humano '-'
rsrsrs... ops... >.<
Spoiler xD
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por Raidam em Sex Jan 01, 2010 10:52 pm

É, eu imaginei que ele não fosse, mas também achei que ela pudesse ser uma garota demasiada exagerada ou ter encontrado o seu humano de cheiro intenso! Lol
eu tô curioso, gostei bastante da fic! rs


A bola de borracha pode cair, as importantes, são as bolas de cristal.
(Adepto da Lição das Cinco Bolas)
avatar
Raidam
Administrador Raidam
Administrador Raidam

Masculino
Número de Mensagens : 2746
Idade : 25
Localização : A toca.

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Marvoc

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Sex Jan 01, 2010 10:54 pm

XD
Espero que goste ainda mais, na realidade ela era meio hentai, mas eu vou cortar essas partes '-'
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Sex Jan 01, 2010 11:00 pm

POV Marie


Eu estava a ponto de estrangular aquele pescoço fino da minha irmã do meio, Darian às vezes era muito chata, mas eu decido que não estou afim de ser presa e além de tudo eu amo minha maninha chata.

Ela estava morrendo de rir junto com Francis, esse idiota, ele podia muito bem me defender, mas não, prefere ficar ali, rindo da minha cara.

Acho que ela não contou nada aos outros dois, pois eles estavam com cara de quem diz: 'o que eu perdi?' Pelo menos isso ela não foi tão chatinha.


POV Darian


Sei que Dulce e Franco podem ter ficado com cara de mongóis, mas ver a cara que a Marie fazia era muito engraçado e o Francis era um grande cara de pau, pois havia parado de rir e estava abraçando ela, coitada da Marie, ficou mais vermelha do que uma pimenta.

"Vocês dois são uns idiotas." Ela diz isso com cara de psicopata e sobe as escadas correndo, Franco e Dulce se entreolharam depois disso e então começam a rir da minha cara e da cara do Francis, nós estavamos com a boca aberta.

Depois de rirmos muito e da Marie se acalmar e perceber que o que aconteceu havia sido ilário e começar a rir sozinha do nada, nós fomos comer, a comida da Dulce era imprecionantemente deliciosa, eu repeti o prato duas vezes e olhe que era lasanha, os meninos comeram uns três pedaços cada, a Dulce comeu apenas um pedaço e a Marie comeu um tico, pois ela estava fazendo dieta, não sei porque ainda.

Eu e os meninos vamos correndo para a sala, pois ia passar um show na tv, ao qual não queriamos perder, eu me aposso do controle remoto, pois fui a primeira a chegar no lugar, Franco senta em uma ponta do sofá e o Francis na outra, deixando a parte do meio para mim, mas bem, eu simplesmente me deito no sofá, minha cabeça nas pernas do Francis e minhas pernas nas pernas do Franco e mudo de canal.

Marie e Dulce vêm para a sala depois de arrumarem a cozinha, eu arrumava ela apenas nos fins de semana, onde eu e os meninos bagunçavamos mais do que arrumavamos.

Elas duas sentam no outro sofá, a Marie não tirava os olhos de nós três, enquanto Dulce assistia a tv. Não sei porque, mas às vezes acho que Marie tem medo de mim, talvez porque eu saiba artes marciais e ela não, ou porque sou muito amiga dos meninos.

O show que passava na televisão estava um pouco chato, então eu e os meninos decidimos jogar video game, as minhas irmãs ficam chateadas, pois elas queriam assistir tv, mas desistiram de querer discutir, pois sabiam que não entregariamos o controle remoto para elas nunca, Dulce se junta a nós na bagunça, às vezes ela era exatamente como nós três, e Marie fica sentada no sofá dela, apenas observando, ela sempre observava sem dizer uma palavra.

Então o telefone toca e Marie vai atender, alguns segundos depois ela retorna.

"Papai e mamãe não virão para casa hoje a noite."

"Porque?" Perguntamos nós quatro juntos.

"Eles não me disseram." Responde ela dando de ombros e sentando no sofá novamente.

Passamos o resto do tempo assim, eu e Dulce vencendo o franco e o Francis nos jogos de luta e eles dando uma surra em nós duas em jogos de estrategia de guerra, eles eram crueis.

Quando cansamos de jogar, ou melhor, quando cansamos de perder deles, eu e Dulca fomos para a cozinha junto com Marie.

"Tá certo Marie, me diz, você está pegando o Francis desde quando?" Eu pergunto para ela, deixando ela com o rosto vermelho e a Dulce de boca aberta. "Fala logo Marie"

"A primeira vez foi hoje" Responde ela tentando esconder o rosto, pois estava envergonhada.

Eu e Dulce nos entreolhamos e abraçamos ela, depois nós duas vamos para a sala e quando chegamos lá, os meninos estavam sentados no sofá com o video game desligado.

"Vamos fazer alguma coisa..." Fala Francis com cara de pervertido.

"Tipo o que?" Eu pergunto com curiosidade, sentando ao lado dele, ele e Franco me olham intesamente com aqueles olhares estranhos deles, eles eram assustadores às vezes.

"Vejamos priminha, que tal apostarmos?" Fala Franco, sua voz grossa estava um pouco rouca, devido a falta de uso.

"Apostarmos o que?" Pergunta Marie, como eu, ela também estava curiosa.

"Vamos apostar que nenhum de nós pode arranjar um namorado ou ficar com alguém, não importa quem seja, por uma semana" Popõem os dois, Marie fica com a cara de quem diz 'assim que tiver oportunidade eu mato você'. Eu e Dulce apenas sorrimos e aceitamos, sabiamos que para a Marie seria muito mais dificil do que para nós duas.

"Ok!Mas quem perder vai fazer o que?" Eu precisava fazer essa pergunta, mesmo sabendo que a resposta seria algo que eu não iria gostar muito.

"O perdedor terá que fazer qualquer coisa que o vencedor mandar" Responde Franco estufando o peito, provavelmente a ideia tenha sido dele.

Nós começamos a rir deles dois, iria ser garotos contra garotas, seria interessante, a Marie iria se controlar e iria com a Dulce para a escola e ia voltar com ela também, para não correr o risco de perdermos a aposta.


Continua...
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Sex Jan 01, 2010 11:06 pm

Pov Darian

No dia seguinte fomos para a escola, nós três fomos no mercedez de Dulce, eu ia dirigindo, mesmo Dulce morrendo de medo das minhas habilidades com carros ela me deixou dirigir, pois sabia que chegariamos rápido no colégio.

Os meninos foram na Hilux 4x4 prata que eles tinham, lógico que minha direção era mil vezes melhor do que a do Franco, mas mesmo assim chegamos praticamente igual no colégio.

Nós fomos para as nossas respectivas salas, e eu o vi, o garoto que me deixou com falta de ar a manhã toda no dia anterior, ele estava lá novamente, mas dessa vez ele sorriu para mim, seus dentes eram perfeitos, lindos, chegavam a brilhar na luz do sol, que sol? Era na luz florescente mesmo, porque sol aqui não tinha vez, não nessa cidade.

Estavamos sentados juntos na aula de inglês, então ele fala comigo, cara, a voz dele era muito sexy, me deixou babando, mas isso me fez lembrar da aposta.
"Oi, sou o Ismaiel, Ismaiel Moore, desculpa não ter me apresentado ontem, estava meio nervoso."
"Tudo bem, eu sou Darian, Darian Lefevre."

Nós conversamos a aula toda e nas outras aulas que tinhamos juntos também, filizmente hoje descobri que ele fazia ed. fisíca comigo. No intervalo eu sentei com meus irmãos e o vi sentado na mesa com sua irmã e o rapaz de cabelos azuis, eles eram lindos demais.

Minha vontade naquele momento era de pular no pescoço dele e beijar aquela linda boca desenhada dele, me afogar naqueles olhos azuis e me afundar naqueles músculos, mas não podia fazer isso, pois, além da aposta, haviamos nos conhecido a pouco tempo, mas eu não conseguia tirar meus olhos dele e percebi que, mesmo ele conversando com seus familiares, ele também não parava de olhar na direção onde eu estava, eu sentia seu olhar sobre mim, era muito, estranho, mas ao mesmo tempo me deixava eufórica.

POV Ismaiel


Eu cheguei na escola hoje com minha irmã e meu primo, eles eram namorados a um ano e eu ainda não havia me acostumado com isso, mas não me importei, assim que cheguei procurei em todos os lugares aquele aroma doce de pêssego, aquele doce aroma de Absinto, eu sabia que era esse o perfume, pois já havia sentido o seu aroma antes.

Não lembrava bem do rosto de quem usava o perfume que me fez esquecer das aulas, mas sabia que era uma garota, e eu queria vê-la, não sei porque, mas eu desejava isso do fundo do meu coração.

Assim que entro na sala de inglês e sento em minha carteira eu sinto o cheiro que procurava, ao olhar para o lado não me decepciono com o que vejo, uma linda jovem de cabelos lisos e curtos, até seu pescoço, seu cabelo repicado e bagunçado a deixava atraente, eles eram um castanho escuro, quase negros, seus lábios eram rosados e sua pele branca, ela parecia feita de porcelana. Então eu falo com ela e ela parece se assustar com isso.

Nos apresentamos e eu descubro seu nome, era um nome exótico, mas muito bonito, Darian, ficamos o tempo todo conversando sobre a aula e outras coisas e com isso descobrimos que temos a penúltima aula juntos, ed. fisíca e ela parecia muito excitada para que essa aula começasse, e eu, desejava o mesmo.

No almoço eu a vejo com sua família, deviam ser da mesma família, pois eram todos muito parecidos, a loira e a outra morena, só que de um castanho mais claro, possuiam os mesmos olhos que Darian, castanho avermelhados.

Eu não conseguia parar de olhar para ela, seu sorriso, seus olhos, seus gestos. Minha irmã me perguntava o que eu tinha para estar com aquela cara de tarado, como disse ela, mas eu apenas lhe sorri um sorriso torto. Minha irmã era muito legal, nunca me perguntava nada depois que eu lhe dava esse sorriso, pois ela sabia que eu não queria comentar sobre o assunto quando o fazia.

Então o sinal toca para irmos para a aula, a próxima aula seria de Geometria, eu não iria para a aula, não queria queimar meu cerébro com aqueles numeros, minha irmã e Rich vão para a aula que eles teriam. Então o refeitório começa a esvaziar-se e todos ao meu redor começam a sair apressados para suas aulas, percebo que os familiares da Darian saíram e a deixaram ali sozinha.

Ela iria gazear aula também? Porque? Com um belo sorriso ela me olha e indica a porta para irmos para o lado de fora, onde ninguém nos pegaria gazeando.

"Então Sr. Moore, gazeando aula?" Me pergunta ela sorrindo, ela era linda.
"É, odeio geometria" eu respondo a ela com cara de bobo, tenho certeza que estava com cara de bobo, pois ela sorri olhando para cima.
"Também odeio geometria, por isso nunca vou para a aula e fico andando pela floresta atrás da escola.

Então eu a sigo até a floresta, não entendia o porque, mas eu estava louco para beijá-la, nunca havia me sentido assim por alguém antes, era um sentimento novo, mesmo antes de vê-la eu já sabia como era seu rosto, isso estava me deixando assustado e louco.

Entramos na floresta e ela me guia até uma árvore antiga, o lugar mais distânte da escola que podiamos ir, ela senta nas raízes que saíam do chão, e eu sento ao seu lado, seu olhar doce era fofo, eu senti uma vontade enorme de beijá-la, então eu o faço, me assustei com minha própria atitude, mas mesmo assim eu o faço.

Ela tinha um beijo doce, seus lábios, tinham um sabor doce e eram macios, eu ponho a mão em sua nuca para que aprofundassemos mais o beijo, ela põe sua mão sobre meu peito, ela possuia uma temperatura diferente, mas era algo muito bom, mas ela interrompe o nosso contato, cedo demais na minha opinião.

"Desculpe, fiz uma aposta com meus primos e se eles souberem que nos beijamos eles serão os vencedores e eu e minhas irmãs teremos que fazer tudo que eles mandarem."

"Que tipo de aposta?"
"Que não poderiamos ficar, ou namorar com ninguém durante uma semana, isso tudo porque peguei o meu primo, o Francis um de cabelo loiro quase branco, com minha irmã, Marie, a loira que senta comigo."

"Entendo, mas e depois disso?" Me pergunta ele interessado, olhando fixamente para meus lábios.
"Depois disso, só depende se você ainda vai querer me beijar."


POV Darian


Ah! Eu não acreditei que fui beijada por ele, seus lábios eram tão... Tão... não sei nem explicar como foi, sei apenas que queria mais. Mas eu não pudia, meus primos e sua aposta, não podia dar a vitória para eles, não mesmo.

Depois disso, antes da próxima aula, eu e ismaiel voltamos para a escola e vamos para o ginásio, aula de ed. físíca, minha aula favorita, todos usavamos calças e camisa para a aula, tivemos que subir uma corda, foi muito fácil e quem não conseguia tinha que pagar 30 abdominais e eu não estava nem um pouco afim de sair com o músculo da barriga doendo.

Eu e Ismaiel ficamos conversando mais um pouco, enquanto viamos os outros pagando as abdominais, depois nos separamos para podermos ir embora, eu o vi em seu carro do outro lado do estacionamento, ele não parava de olhar para onde eu estava com um sorriso lindo nos lábios, eu também lhe sorria, mas então meus primos chegam e vamos todos embora, eu dirigindo mais uma vez para minhas irmãs e os meninos no 4x4.

Chegando em casa não conseguia pensar em mais nada a não ser no Ismaiel, subo para meu quarto e me jogo na cama pensando nele, hoje a noite seria muito longa e eu não estava com fome, isso foi de imprecionar, pois sempre estou com fome...

Dulce havia salvo a minha pátria e a dos gemeos, nem tanto a da Marie, ela me trouxa uma sopa deliciosa para que eu não sentisse fome à noite.

"O que houve soeur*?" [soeur= irmã em francês]
Me pergunta Dulce, ela sempre consegue perceber algo desse tipo em mim, não sei porque.

"Apenas o garoto novo, la sœur aînée*, ele passou o dia todo conversando comigo e..." Eu não conseguia dizer aquilo para ela, não em casa, pois sabia que meus primos podiam estar ouvindo "Eu fiquei triste por ter dito a ele que não ficaria com ele." Ao menos isso não era um mentira, não uma mentira completa. [la sœur aînée= irmã mais velha em frânces]

Ela me deixa no quarto pensando na minha vida, sorte minha que cada um aqui em casa tinha um quarto, menos os meninos, eu, Dulce e Marie tinhamos um quarto só nosso, Franco e Francis dormiam no mesmo quarto, ao lado do meu. Pai e mãe dormiam no quarto no fim do corredor, o quarto deles tinha uma suite, enquanto nós cinco deviamos usar o banheiro da casa.

Eu não me importava com isso, mas Marie quase teve um ataque quando soube que iria usar o banheiro coletivo, no dia em que nos mudamos. O quarto dela e da Dulce eram de frente ao meu e ao dos meninos, respectivamente e ainda tinha mais um quarto, era o quarto onde os visitantes dormiam.

Eu estava deitada na cama, sob minha cobertas quentinhas, então eu finalmente adormeci, em meus sonhos eu pude ver os turquesa em minha frente, sentir o cheiro de seu perfume Nightflight, da Joop, sou viciada em perfumes também. Ele vinha em minha direção, segurava em minha nuca com sua mão direita e me puxava para um beijo enlouquecedor, mas no momento em que o beijo começa a ficar bom eu me acordo assustada, com a sensação de estar sendo observada.


Continua...


Última edição por delphine em Qua Jan 06, 2010 11:12 pm, editado 1 vez(es)
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por ceguinho em Sab Jan 02, 2010 5:52 pm

Estou a duas partes do ultimo postado e até agora eu to gostando del
mas ta faltando alguma coisa q eu ainda não sei o q eh qando souber te falo
avatar
ceguinho
Nivel II
Nivel II

Masculino
Número de Mensagens : 940
Idade : 26
Localização : Rio de Janeiro

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Vinny

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Sab Jan 02, 2010 6:23 pm

Ok ceguinho, quando descobrir o que falta me avisa xD
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por Raidam em Qua Jan 06, 2010 11:08 pm

Opa, gostei! xD
Ia ter Hentai é?! OO
Dá pra ver que a fic tem um apelo mais
para um romantismo mesmo..

Olha, acho que tem uns erros aqui
Então o sinal toca para irmos para a aula, a próxima aula seria de Geometria, eu não iria para a aula, não queria queimar meu cerébro com aqueles numeros, minha irmã e Rich vão para a aula que eles teriam, ele vê o refeitório se esvaziar lentamente, então ele vê as duas garotas e os dois garotos que sentavam com Darian sairem da mesa e deixarem ela ali sozinha.
Vou continuar acompanhando.^^


A bola de borracha pode cair, as importantes, são as bolas de cristal.
(Adepto da Lição das Cinco Bolas)
avatar
Raidam
Administrador Raidam
Administrador Raidam

Masculino
Número de Mensagens : 2746
Idade : 25
Localização : A toca.

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Marvoc

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Qua Jan 06, 2010 11:09 pm

kkkkk
xD
disfarça.... eu usei a terceira pessoa '-'
vou consertar agora mesmo, obrigada Raidam *-*
depois posto outro cap....
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por Raidam em Qua Jan 06, 2010 11:15 pm

Sim sim, e desculpe a demora, tava até me sentindo mal de ter falado q ia ler e não ter lido. Mas é que o anime center e o RPG dá trabalho. xD


A bola de borracha pode cair, as importantes, são as bolas de cristal.
(Adepto da Lição das Cinco Bolas)
avatar
Raidam
Administrador Raidam
Administrador Raidam

Masculino
Número de Mensagens : 2746
Idade : 25
Localização : A toca.

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Marvoc

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Qua Jan 06, 2010 11:17 pm

Sem problemas meu querido ^^
Leia quando puder '-'
É mesmo, to pensando em mandar uma ideia para um clã... '-'
Mas isso podemos falar em outro lugar xD
Obrigada por ler e prometo atualizar a fic logo logo
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por Raidam em Qua Jan 06, 2010 11:22 pm

Por falar nisso o kensuke é tenso..
Ainda não criou o tópico para os user postarem suas idéias de clãs.. xD
Sim, sem problemas, enquanto vc não atualiza essa eu vou ver se leio a
Deja-vu - Crônicas de vidas pasadas


A bola de borracha pode cair, as importantes, são as bolas de cristal.
(Adepto da Lição das Cinco Bolas)
avatar
Raidam
Administrador Raidam
Administrador Raidam

Masculino
Número de Mensagens : 2746
Idade : 25
Localização : A toca.

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Marvoc

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Qua Jan 06, 2010 11:23 pm

Ok *-*
Vou ver se consigo recuperar o outro capitulo da minha Dèjá Vu-Sonhos de outra vida xD
Mas tudo bem '-'

Kensuke é dumal >.<
Já tenho a ideia e tudo, só não sei um nome ainda '-'
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por xbacurix em Qui Jan 07, 2010 6:15 pm

Li tudo Del-chan... \o/
Fiquei imprecionado, serio...
Muito bem detalhado, narração quase impecavel.
Uma fic em 1ª pessoa não é pra qualquer um, é muito dificil fazer... esta de parabéns.
Não é um tipo de fic que vejo todo dia, um ar mais romantico... romance de colegio, literalmente.
Lembra muito Crepusculo.

Gostei e estou na espera de mais... ^^
avatar
xbacurix
Redo-kun
Redo-kun

Masculino
Número de Mensagens : 5072
Idade : 25
Localização : As Trevas

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Vincento Edrik

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Qui Jan 07, 2010 10:22 pm

Logo terá mais, realmente lembra muito Crepusculo, mas terá um leve toqeu de Romeu e Julieta...ops, falei demais '-'
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por delphine em Ter Jan 19, 2010 2:50 pm

POV Darian


Acordei assustada durante a noite sentindo como se alguém me observasse intensamente, olho ao redor procurando um dos meus primos, pois eles tinham essa mania de entrar em meu quarto e ficar me olhando dormir, talvez por que minhas roupas de dormir eram minúsculas, ou por que simplesmente falo ao dormir, mas eles sempre faziam isso.

Mas a única coisa que vejo é lindos olhos azuis me olhando da janela, pensei estar sonhando, mas não estava não fazia tanto frio em meus sonhos, então eu estava acordada, sabia que não eram meus primos, pois ninguém em minha casa possui olhos dessa cor.

Ismaiel estava aqui? Em meu quarto? Mas como? Eu nunca havia dito onde moro e mesmo se eu tivesse dito, seria quase impossível dele encontrar o lugar sozinho, pois eu moro fora da cidade, dentro da floresta, por causa dos meus pais.

Mas era ele, eu sabia que era ele e tinha medo de desviar o olhar, pois podia ser apenas fruto da minha imaginação, estava escuro, mas eu podia ver muito bem, era ele sim, mas então eu escuto um barulho vindo do corredor que me fez desviar o olhar e perdê-lo de vista, em menos de três segundos que virei o rosto para a minha porta, ele havia sumido.

Não acreditava no que havia acontecido, mas decido então dormir, no dia seguinte eu tiraria a dúvida com ele, pessoalmente. Na escola, eu o esperei no estacionamento, minhas irmãs e primos já estavam na escola e ele ainda não havia chegado.

Decido então entrar na sala de aula e o encontro ali, lindo e moreno como sempre, ele sorria para mim, que sorriso lindo é esse? E eu o respondo com o meu melhor sorriso e me sento no meu lugar, ao seu lado.

"Então, o que fez essa noite?" Eu sei, essa pergunta é meio estranha, mas o que posso fazer? Eu sou assim, estranha.
"Eu... andei um pouco e esfriei a cabeça, por algum motivo não conseguia parar de pensar em você” Me respondeu ele com sua voz rouca, olhando em meus olhos. Ai, ele é lindo.

Ele me deixou muito encabulada com isso que falou que simplesmente eu fiquei calada o resto da aula, no intervalo fomos para o mesmo lugar que sempre íamos, mas dessa vez a coisa aconteceu diferente, ele me chamou para sentar a mesa com ele, droga, desse jeito eu vou acabar perdendo a aposta, mas e daí? Minhas irmãs me perdoam.

Eu vou para a mesa com ele, nossos irmãos e primos nos observando como se fossemos dois E.T.s e era exatamente assim como eu me sentia, um grande e feio E.T.
Mas ele me tira de meus devaneios de como eu seria se fosse verde e trás de volta a terra, nossa eu estava na terra? Parecia-me mais estar no paraíso, com um anjo desses na minha frente, acho que devo ter morrido.

Tá, eu sei, essa ficou horrível, mas o que posso fazer? Ele é lindo de matar.
Foi tudo exatamente normal depois disso, meus primos ficaram no meu pé, minhas irmãs rindo de mim e ele apenas me olhando, tudo normal para um dia de semana na escola. No fim do horário, quando estávamos indo para casa, Marie diz ter esquecido algo importante na sala de aula então ficamos esperando por ela no carro, ele estava lá, encostado a uma moto que eu não reconheci a marca.

Então ouvimos um tipo de explosão, talvez alguém tivesse esquecido algo na aula de química ou até mesmo o gás ligado, então eu lembro de Marie, alguns alunos chamavam os bombeiros e eu entro feito uma louca na escola, Marie, eu precisava encontrá-la, corro por todos os lugares, mas não a encontrei, subo as escadas e vou para a última sala onde ela esteve e lá estava ela, caída no chão, exatamente na sala onde o fogo estava subindo.

Eu tiro uma das blusas que estava usando e a uso para cobrir meu rosto por causa da fumaça e entro na sala, queimo minhas mãos graças à maçaneta da porta, mas isso não interessa no momento, o que me preocupava era a minha maninha.

Felizmente consegui chegar onde ela estava caída, mas não podia fazer muito, eu tinha força suficiente para carregá-la até o térreo, mas não sabia se daria tempo de irmos, essa é a única bendita escola daqui que não possui alarme de incêndio e se possui ele não funciona. Eu a coloco nas minhas costas, assim era mais fácil de segurá-la.

Desço as escadas correndo, as pessoas lá fora devia estar preocupadas, quando estou quase alcançando a saída eu consigo ver os olhos turquesa, ele parecia preocupado, então um pedaço do teto caí na minha frente, eu não podia me desesperar, precisava tirar minha irmã dali, é quando sinto uma mão tocar em meu ombro e assim que olho para meu lado ele estava lá, seus olhos brilhando pela intensidade do fogo e sua pele brilhando também, eu fico olhando para ele impressionada, agora eu tenho certeza, ele não é normal.

Nós três saímos da escola sem nenhum arranhão, eu com pequenas queimaduras nas mãos, mas isso não era importante, minha irmã Marie foi levada para o hospital e nossos pais foram chamados para lá, ela estava bem, porém ainda estava desacordada, eu e Ismaiel ficamos do lado de fora do quarto, minhas mãos enfaixadas por causa das queimaduras.

"Suas mãos..." Ele me olha preocupado, mas eu lhe dou um sorriso e ele suaviza um pouco sua expressão.
"Antes minhas mãos do que minha irmã" Eu lhe respondi a verdade, pois não me perdoaria se algo acontecesse a minha irmã eu podendo fazer algo por ela.
avatar
delphine
Nivel III
Nivel III

Feminino
Número de Mensagens : 2199
Idade : 25
Localização : Natal - Rio Grande do Norte

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Izabelly F. Lefevre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por xbacurix em Ter Jan 19, 2010 4:54 pm

Darian uma heroina... \o/
O garoto não é comum, assim como ela...
Continua Del-chan... ^^
avatar
xbacurix
Redo-kun
Redo-kun

Masculino
Número de Mensagens : 5072
Idade : 25
Localização : As Trevas

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Vincento Edrik

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Imperfeição - Vampiros não são como você sempre imaginou...

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum